Governo de Goiás anuncia investimento de R$ 20 milhões no projeto Claque Retomada Cultural

O governador Ronaldo Caiado lançou na noite desta segunda-feira (17/10), no Teatro Goiânia, a 1ª edição do projeto Claque Retomada Cultural, voltado para fomentar apresentações artísticas e a retomada cultural no Estado. A iniciativa terá investimento de R$ 20 milhões, sendo R$ 15 milhões do Tesouro Estadual e R$ 5 milhões destinados pelo Sesc Goiás, parceiro da Secretaria de Estado da Retomada na ação. 

"Todo o setor da arte, da cultura, da música tem visto o apoio que oferecemos. Antigamente, toda a área de cultura era mais voltada para trazer eventos de fora. Agora é algo totalmente diferente. Nós estamos investindo nos nossos artistas em Goiás", afirmou o governador, que também destacou a importância da parceria com o Sesc. "Em todas as parcerias que nós fizemos, nunca ficou um artista ou quem quer que seja sem receber em dia e 100% fechado. É algo que resgatamos no Estado de Goiás", destacou. 

O projeto abrange oito municípios, que serão palco das apresentações artísticas entre dezembro de 2022 e janeiro de 2023. São eles: Rio Verde, Luziânia, Jaraguá, Posse, São Miguel do Araguaia, Itumbiara, cidade de Goiás e Goiânia. A expectativa é contemplar 1.200 artistas no Estado. As inscrições estão abertas, e o edital está disponível no site www.sescgo.com.br.

A presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais, primeira-dama Gracinha Caiado, ressaltou a necessidade do investimento na cultura. "A gente sempre fala do social, mas a cultura também é social. Sem dúvida nenhuma, esse apoio aos artistas que o Governo de Goiás tem oferecido faz parte do nosso trabalho de proteção e garantia de acesso a direitos. São pessoas que precisam do apoio do Estado e estamos aqui cumprindo nosso dever", afirmou.  

Parceria
O edital receberá propostas de artes cênicas (teatro, dança, circo), música, audiovisual, artes visuais e literatura para compor a programação. Entre as apresentações, estão previstas exposições, shows, intervenção urbana, contação de histórias, vocalização de poesia, sarau, filmes (curta, média e longa metragem). 

O Sesc será responsável pela curadoria, contratação de estrutura física para realização das apresentações, além da seleção dos artistas e pagamento dos mesmos. “Além de alcançar os artistas tão afetados pela pandemia, a gente está apoiando também quem trabalha na estrutura. As pessoas que vocês viram aqui retirando o som, montando o palco, o telão, elas também foram afetadas com a pandemia. Ficaram sem trabalhar. Por isso que esse edital hoje contempla todos esses profissionais”, explicou o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Goiás (Fecomércio Goiás), Marcelo Baiocchi.

"Também contamos com todo apoio da Agência de Turismo e da Secretaria de Cultura. É um trabalho que está com a Retomada para fazer essa conexão da cultura, do turismo e do comércio dessas cidades", acrescentou o secretário da Retomada, César Moura. O presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, disse ficar feliz com a sinergia do Estado: “São estruturas juntas pensando em algo maior”. “Quando se leva estrutura para as cidades, além da interiorização, que o governador cuida tanto, damos aos artistas uma boa oportunidade para que se circule a montagem da estrutura e de suas carreiras”, complementou o secretário de Cultura, Marcelo Carneiro. 

"É muito importante a gente ter o apoio em relação a pagamentos, cachês. Isso sim foi sempre uma batalha que a gente travou em relação aos eventos com os músicos goianos", disse João Garoto, um dos artistas que acompanharam o lançamento do projeto nesta segunda-feira. 

Participaram também o diretor do Sesc/Senac, Leopoldo Veiga Jardim; secretários Adriano da Rocha Lima (Geral de Governo); Wellington Matos (Desenvolvimento Social); Marcio César Pereira (Desenvolvimento e Inovação) e Tiago Mendonça (Agricultura); presidente da Agência Brasil Central, Reginaldo Júnior; superintendentes Marco Antônio Santos Maia (Desporto Educacional, Arte e Educação) e Rúbia Prado (Programa Bolsa Universitária); representantes de municípios Patrícia Machado (Jaraguá), Raissa Coutinho (cidade de Goiás) e Liliane Kenes (São Miguel do Araguaia), além do prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale, e do deputado estadual eleito Lucas do Vale.

 

Secretaria de Comunicação - Governo de Goiás

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.